Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 15/03/2016

Trâmites de exportação de gado e carne no Mercosul difere de outros

O Ministério da Agricultura, Pecuária e Pesca do Uruguai (MGAP) esclareceu que o protocolo vigente para exportar gado em pé a países membros do Mercosul difere substancialmente do restante, de forma que orientou os exportadores sobre os procedimentos a seguir.


As empresas interessadas em exportar gado em pé à Argentina, seja para reprodução, engorda e terminação no destino, seja diretamente para abate imediato, devem apresentar uma nova dirigida ao diretor de Sanidade Animal solicitando o começo do trâmite para exportação. Na carta, devem-se incluir os seguintes dados: empresa exportadora, categoria, raça e finalidade produtiva dos animais a serem exportados. Deve-se incluir o país de destino, o número de animais a embarcar, o nome, a localização e o número de Dicose do estabelecimento de concentração previamente habilitado pela Direção de Sanidade Animal. Por sua vez, junto à solicitação, a empresa exportadora deve apresentar o recibo de pagamento da exportação e a data provável do embarque.


A secretaria de Estado esclareceu que, uma vez emitida a resolução de exportação e entrada a totalidade dos animais, começa o período de concentração e sanidade de exportação por parte do Serviço Oficial Local. Não poderão entrar novos animais ao estabelecimento de isolamento e se deverão garantir as condições de isolamento dos animais a exportar e fontes de água exclusivas para tal fim. O material necessário para o trabalho com esses animais não poderão ser compartilhados com os demais do estabelecimento. Por sua vez, somente pessoal autorizado poderá entrar na quarentena. Terminada a quarentena e com o certificado sanitário assinado, os identificadores dos animais serão lidos e eles serão enviados para o destino.


Fonte: El País Digital, traduzida e adaptada pela Equipe BeefPoint.


Mais Notícias
Rodada tripla oferta Angus, Brangus e Braford
Produções selecionadas de machos e fêmeas foram apresentadas durante três dias pela TV
Brangus enchem pista em Sant'Ana do Livramento
Recinto do Sindicato Rural de Sant'Ana do Livramento sediou o "8° Leilão Parceria Genética" e o "18° Leilão Touros da Fronteira"
Remate Tellechea Associados atrai compradores de vários estados brasileiros
Compradores de Sergipe, Minas Gerais, Mato Grosso do Sul e Paraná foram às compras no Tellechea Associados
Remate BT BASCA ofertou bovinos e eqüinos Crioulos
Paranaenses voltaram às compras e a oferta de potrancas Crioulas foi um sucesso
Cabanha São Bibiano fatura alto em Uruguaiana
Tradicional evento do criador Antonio Bastos Filho ofertou bovinos Angus e Brangus, além de cavalos Crioulos
Fêmeas Red Brangus puxam as vendas da São Rafael
Também foram ofertados em São Borja, RS, reprodutores de genética apurada das gerações 2016 e 17
Fêmeas puxam as vendas da Capanegra
Evento promovido por Fernando Dornelles Pons integrou a programação da Expofeira de Bagé
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by