Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 25/02/2016

Governo divulga decreto com mudanças na inspeção sanitária animal

Publicação foi feita no mesmo dia da comemoração dos 100 anos do Serviço de Inspeção Federal

O governo federal divulgou, nesta quarta-feira (24/2) o decreto com mudanças no Regulamento de Inspeção Industrial e Sanitária de Produtos de Origem Animal (Riispoa). Entre as normas, está a obrigatoriedade de registro de todo produto de origem animal produzido no Brasil ou importado.


O novo texto prevê também que o Ministério da Agricultura regulamente os procedimentos e coloque à disposição o sistema informatizado para o registro dos produtos de origem animal. Violações da lei estão sujeitas a sanções como apreensão de mercadorias e a suspensão da produção.


O decreto foi publicado no Diário Oficial da União no dia em que o governo comemorou os 100 anos do Serviço de Inspeção Federal (SIF), necessário para que um produto de origem animal possa ser comercializado em todo o país. De acordo com o Ministério da Agricultura, o SIF atua em mais de 5 mil estabelecimentos. O quadro técnico reúne pouco mais de 2,5 mil servidores em 1,535 mil municípios.


Durante a cerimônia, a ministra da Agricultura, Kátia Abreu, anunciou a criação de um centro tecnológico, que vai trabalhar em conjunto com o Laboratório Nacional Agropecuária (Lanagro). A intenção é desenvolver pesquisas voltadas à sanidade animal e vegetal.


Kátia Abreu reforçou ainda que, em maio de 2016, mais 14 estados brasileiros deverão ser reconhecidos pela Organização Mundial de Saúde Animal (OIE) como livres de peste suína clássica. Ela espera que em 2017 o país seja também reconhecido como zona 100% livre de febre aftosa com vacinação.


Fonte: Globo Rural


Mais Notícias
Leilão RPK Genética faz média de R$ 9.450 para touros Brangus
O criador Reno Paulo Kunz colocou em pista 93 exemplares selecionados em Dois Vizinhos
O Brangus é um grande parceiro do Nelore
Listamos as razões do crescimento do Brangus no Brasil, raça entrou pelo centro-oeste e tem conquistado muitos pecuaristas brasileiros
Fórmula localiza touros com mais rentabilidade
O Índice Bioeconômico de Carcaças (IBC), lançado pela Embrapa, identifica os touros capazes de gerar descendentes que produzam carne de alta
qualidade
Leilão GAP BRASIL faz R$ 9,5 mil para touros e R$ 3,2 mil para fêmeas
Genética Brangus para o Brasil foi a chamada do leilão e o mote do evento
Raça Brangus conquista seu espaço no mercado
Criada em 1912 nos EUA, através do cruzamento do Angus com o zebu, o Brangus alia a qualidade da carne, precocidade e acabamento da carcaça da raça taurina com a rusticidade e resistência da zebuína.
ABB e UFRGS assinam convênio de cooperação técnica
Acordo prevê atividades de pesquisa na área de tecnologia de imagens e transferência de material genético e equipamentos
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by