Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 10/03/2016

China se firma como grande importadora da carne brasileira

Nos dois primeiros meses de 2015, os chineses adquiriram 20 mil toneladas do produto in natura do Brasil, ou 17,7% do total exportado

A China está se confirmando como um dos principais compradores da carne bovina brasileira, avalia o Centro de Estudos Avançados em Economia Aplicada (Cepea/Esalq/USP). Nos dois primeiros meses de 2015, os chineses adquiriram 20 mil toneladas do produto in natura do Brasil, o que representa 17,7% das 177,48 mil toneladas exportados no período, de acordo com os dados do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC).
 
A China voltou a comprar carne bovina do Brasil em julho do ano passado, após suspender a parceria em 2012. Desde a retomada, o país asiático já adquiriu 117,5 mil toneladas, de acordo com o levantamento do Cepea. Com isso, a China assumiu a quarta posição entre os maiores compradores da carne brasileira no primeiro bimestre deste ano, atrás de Hong Kong (36,78 mil toneladas), Egito (33,684 mil toneladas) e Rússia (com quase 23 mil toneladas).
 
Por outro lado, os analistas do Cepea apontam que a Venezuela reduziu suas compras para menos da metade, passando de 13,3 mil toneladas para apenas 5,95 mil toneladas no primeiro bimestre deste ano. Além de problemas políticos e econômicos, a Venezuela comprou volume significativo de carne no fim do ano passado, o que pode ter elevado seus estoques.
 
De toda forma, as exportações brasileiras de carne bovina seguem promissoras. Os embarques de carne bovina para o exterior continuam firmes. De acordo com o MDIC, o Brasil exportou nos primeiros quatro dias úteis de março 20,8 mil toneladas.


Este volume representa uma média diária de 5,2 mil toneladas, acima da média registrada em março de 2015 de 3,7 mil toneladas (considerando 22 dias úteis) e em linha com a média do mês passado. A consultoria XP Investimento projeta que o acumulado deste mês chegue a 107 mil toneladas, o que representa uma alta de 30,5% em relação a março de 2015 (82 mil toneladas).


Fonte: ESTADÃO CONTEÚDO


Mais Notícias
Leilão RPK Genética faz média de R$ 9.450 para touros Brangus
O criador Reno Paulo Kunz colocou em pista 93 exemplares selecionados em Dois Vizinhos
O Brangus é um grande parceiro do Nelore
Listamos as razões do crescimento do Brangus no Brasil, raça entrou pelo centro-oeste e tem conquistado muitos pecuaristas brasileiros
Fórmula localiza touros com mais rentabilidade
O Índice Bioeconômico de Carcaças (IBC), lançado pela Embrapa, identifica os touros capazes de gerar descendentes que produzam carne de alta
qualidade
Leilão GAP BRASIL faz R$ 9,5 mil para touros e R$ 3,2 mil para fêmeas
Genética Brangus para o Brasil foi a chamada do leilão e o mote do evento
Raça Brangus conquista seu espaço no mercado
Criada em 1912 nos EUA, através do cruzamento do Angus com o zebu, o Brangus alia a qualidade da carne, precocidade e acabamento da carcaça da raça taurina com a rusticidade e resistência da zebuína.
ABB e UFRGS assinam convênio de cooperação técnica
Acordo prevê atividades de pesquisa na área de tecnologia de imagens e transferência de material genético e equipamentos
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by