Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  transparência
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 27/04/2016

São Paulo inicia vacinação contra a febre aftosa em primeiro de maio

Campanha será feita durante todo mês e é obrigatória para bovinos e bubalinos de até dois anos

O estado de São Paulo inicia no próximo dia primeiro a primeira etapa da campanha de vacinação contra a febre aftosa em bovinos e bubalinos. A campanha vai durar todo o mês e vale para animais com até dois anos, que somam 4,5 milhões das 10,3 milhões de cabeças existentes no território paulista.


São Paulo não registra um caso de aftosa há 20 anos. Embora não detenha o maior rebanho comercial do país, é corredor de exportação de carne bovina. O calendário de vacinação contra a aftosa no Estado para este ano foi lançado na segunda-feira (25/4) durante a Agrishow, em Ribeirão Preto (SP). O governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vacinou um bezerro, depois de participar da abertura da feira.


“São Paulo está atento à sanidade animal para que nenhuma doença comprometa os rebanhos paulista com reflexos negativos na renda do produtor e para os agronegócios”, disse o secretário de Agricultura do Estado, Arnaldo Jardim, que acompanhou o governador.


A Coordenadoria de Defesa Agropecuária do Estado recomenda ao criador adquirir as vacinas somente em locais credenciados; manter as doses do medicamento resfriadas entre 2 e 8 graus e escolher um dia de temperatura mais amena para imunizar o gado; usar material higienizado e, durante o processo de aplicação, separar os animais por sexo e idade.


A vacinação é obrigatória até 31 de maio. Depois disso, o criador terá até p dia 7 de junho para informar a Defesa Agropecuária que participou da campanha. Quem não vacinar ou não comprovar que aplicou a vacina no gado pode sofrer multas que variam de R$ 70,65 a R$ 117,75 por cabeça.


Fonte: Globo Rural


Mais Notícias
Paranaenses apostam na raça Brangus e comemoram resultados
Estado conta atualmente com um plantel de cerca de 6.735 mil exemplares registrados segundo a Associação Brasileira de Brangus
Pecuaristas de Minas Gerais apostam na raça Brangus
Estado conta atualmente com um plantel de cerca de 1.367 mil exemplares registrados segundo a Associação Brasileira de Brangus
Sul-mato-grossenses apostam na raça Brangus e comemoram resultados
Estado conta atualmente com um plantel de cerca de oito mil exemplares registrados segundo a Associação Brasileira de Brangus
Evento marca encontro de criadores de Brangus da América Latina
Grupo de 15 brasileiros participou de gira internacional em Córdoba onde proporcionou negócios e intercâmbio genético
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by