Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 25/05/2016

Brasil vai retomar exportações de gado para a Jordânia

Decisão foi comunicada ao ministério durante reunião da OIE em Paris

A Jordânia anunciou a retomada da compra de gado vivo brasileiro. A decisão foi divulgada num encontro bilateral, durante a 84ª Reunião Sessão Geral da Assembleia de Delegados da Organização Mundial de Saúde Animal (OIE), que ocorre em Paris até sexta-feira (27). O delegado jordaniano Munther Al-Refai comunicou o fim do embargo ao diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), Guilherme Marques, que representa o Brasil na reunião de delegados da OIE.

A Jordânia suspendeu as exportações de gado no início deste ano, quando o Brasil registrou casos de língua azul em ovinos no Rio Grande do Sul. Essa doença é causada por um vírus transmitido pelo chamado “mosquito pólvora”. Em bovinos, os principais sintomas são perda de peso, queda na produção leiteira, aborto e perda de bezerros por má formação. Nenhum caso de língua azul em bovinos foi registrado no país.

Segundo Guilherme Marques, as ocorrências da doença no Brasil são esporádicas e restritas em pequenos grupos de ovinos e veados e nunca foi diagnosticada em bovinos. “É uma doença de notificação obrigatória e combatida pelo Mapa por meio da vigilância agropecuária e controle de importação de ruminantes e material genético.''

Para reabrir o mercado, o Mapa forneceu uma série de informações sobre a situação epidemiológica da doença ao governo da Jordânia e enviou ao país uma equipe de veterinários para prestar esclarecimentos detalhados.

O país é um dos principais mercados importadores de gado brasileiro. De 2011 a 2014, mais de 90 mil animais foram comprados pela Jordânia.

Fonte: Mapa


Mais Notícias
Leilão RPK Genética faz média de R$ 9.450 para touros Brangus
O criador Reno Paulo Kunz colocou em pista 93 exemplares selecionados em Dois Vizinhos
O Brangus é um grande parceiro do Nelore
Listamos as razões do crescimento do Brangus no Brasil, raça entrou pelo centro-oeste e tem conquistado muitos pecuaristas brasileiros
Fórmula localiza touros com mais rentabilidade
O Índice Bioeconômico de Carcaças (IBC), lançado pela Embrapa, identifica os touros capazes de gerar descendentes que produzam carne de alta
qualidade
Leilão GAP BRASIL faz R$ 9,5 mil para touros e R$ 3,2 mil para fêmeas
Genética Brangus para o Brasil foi a chamada do leilão e o mote do evento
Raça Brangus conquista seu espaço no mercado
Criada em 1912 nos EUA, através do cruzamento do Angus com o zebu, o Brangus alia a qualidade da carne, precocidade e acabamento da carcaça da raça taurina com a rusticidade e resistência da zebuína.
ABB e UFRGS assinam convênio de cooperação técnica
Acordo prevê atividades de pesquisa na área de tecnologia de imagens e transferência de material genético e equipamentos
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by