Associação Brasileira de Brangus
Login:   Senha:  
  história
  diretoria
  sócios
  técnicos
  interatividade
  fale conosco
  comunicados
  rank
  catálogo
  genealogia
  trocar a senha
  denúncias
             reclamações
  artigos técnicos
  Revista Brangus
  clima
  eventos
  notícias Brangus
  notícias RSS
  download
  fotos
  vídeos


Matéria atualizada 24/06/2016

Exportações brasileiras de carne bovina devem manter ritmo acelerado

O Rabobank projeta, em relatório trimestral, que as exportações brasileiras de carne bovina devem se manter em ritmo acelerado até o fim do ano, com base num cenário de desvalorização do real. Já o consumo doméstico deve se manter retraído, sem sinais de melhora até 2017. Neste cenário, a produção doméstica se manterá estável em 2016.

O Rabobank ressalta que os embarques de carne bovina para a China, retomados em junho de 2015, totalizaram mais de 70.000 toneladas de janeiro a maio, enquanto as exportações para a Arábia Saudita, outro novo mercado, ultrapassaram 11.000 toneladas nos primeiros cinco meses de 2016.

Em relação o mercado global, a instituição avalia que o cenário é de instabilidade. “A volatilidade é um tema-chave na maioria dos mercados no momento”, diz Angus Gidley-Baird, analista de Proteína Animal sênior do Rabobank, no relatório. “Uma série de fatores está criando um grau de incerteza, incluindo as taxas de economia e de câmbio no Brasil, as condições sazonais que afetam a Austrália, a economia afetando a China e a volatilidade do mercado nos EUA”, diz.

Já a desaceleração da economia chinesa afeta o consumo geral de carnes. Por outro lado, o banco afirma que a classe média do país tem o potencial de manter as importações em alta, em função da procura de produtos de carne bovina de qualidade. Os preços da proteína devem permanecer estáveis no próximo trimestre, com oferta e demanda em equilíbrio.

A oferta de gado australiano permanece restrita, o que mantém os preços firmes durante todo o terceiro trimestre, afirma o Rabobank. Chuvas recentes levaram a cotação da arroba no país a níveis recordes em junho.

A produção de carne da Europa está mais estável agora, continua a análise, com preços ligeiramente fortalecidos, estimulados pelas exportações, em especial para a Turquia, apesar da ampla disponibilidade de carne bovina e de preços baixos das proteínas concorrentes.


Fonte: Estadão, adaptada pela Equipe BeefPoint.


Mais Notícias
Leilão RPK Genética faz média de R$ 9.450 para touros Brangus
O criador Reno Paulo Kunz colocou em pista 93 exemplares selecionados em Dois Vizinhos
O Brangus é um grande parceiro do Nelore
Listamos as razões do crescimento do Brangus no Brasil, raça entrou pelo centro-oeste e tem conquistado muitos pecuaristas brasileiros
Fórmula localiza touros com mais rentabilidade
O Índice Bioeconômico de Carcaças (IBC), lançado pela Embrapa, identifica os touros capazes de gerar descendentes que produzam carne de alta
qualidade
Leilão GAP BRASIL faz R$ 9,5 mil para touros e R$ 3,2 mil para fêmeas
Genética Brangus para o Brasil foi a chamada do leilão e o mote do evento
Raça Brangus conquista seu espaço no mercado
Criada em 1912 nos EUA, através do cruzamento do Angus com o zebu, o Brangus alia a qualidade da carne, precocidade e acabamento da carcaça da raça taurina com a rusticidade e resistência da zebuína.
ABB e UFRGS assinam convênio de cooperação técnica
Acordo prevê atividades de pesquisa na área de tecnologia de imagens e transferência de material genético e equipamentos
 
 
Redes Sociais :
Rua Piratininga, 908 Jardim dos Estados
Campo Grande, MS - CEP: 79020-240 - Fone: (67) 3321-1316
developed by